Memórias

 em Noticias

Há dez (10) anos à frente do notariado, nos rincões do noroeste fluminense, às margens do Rio Paraíba do Sul, na hospitaleira Itaocara, muito aprendizado pude erguer com as mazelas e filigramas do Direito.

Foi daqui, que sorvi longas experiências na seara notarial e registral, galgando enormes dificuldades, mas sempre pautando com ética e respeito ao próximo e aos cidadãos.

Hoje, ao anoitecer, a fitar um olhar sereno a Deus para agradecer, e, bem mais render homenagens pelos atos bons praticados e somente Ele é quem nos dá força e coragem para realizá-los.

Isto é dever ou uma vontade concreta que devo fazer para tecer uma última homenagem a um amigo, um mestre, um quase (pai), um colega, que muito me acolheu, desde o ingresso na atividade e a chegada aos cantos fluminenses. Eu, que vindo de Minas Gerais, filho e neto de Tabelião, tive o privilégio de encontrar este mestre e companheiro das horas mais difíceis.

Eis o nobre e impoluto tabelião e registrador aposentado, Orlando do Couto, sempre devoto à causa notarial e registral, soube acolher os mais humildes e dar solução imediata, eficaz e célere. Hoje, dia 15 de agosto, dia da Assunção de Maria, seu corpo descansou, mas seu espírito altruísta, dinâmico e caridoso, sobe de encontro ao Coração de Maria e de Jesus. Ele, que sempre foi um devoto mariano e de ardente fé.

Itaocara  perde um filho e um amigo, mas fica aqui o dever de Registrar a importância e a marca deste zeloso, ético, prudente e magnífico Tabelião e Registrador do Noroeste Fluminense.

Orlando do Couto, hoje e sempre viverás no Reino da Eternidade e da Paz celestial.

Aos familiares, nossas condolências e que Deus os conforte com a mesma fé do filho, que partiu da vida terrena.

Rogério Marques Sequeira Costa

Notário – Registrador 1º Ofício de Itaocara – RJ 

Últimos posts

Deixe um comentário

Comece a digitar e pressione Enter para buscar