Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

CARTÓRIOS NAS NUVENS

 em Doc. Eletrônico

CARTÓRIOS NAS NUVENS

 

                Cada vez mais ouvimos falar em computação em nuvens, termo que é mais um daqueles que remete a algo que nem de perto é. Afirmo isso porque nuvens são nada mais do que um estado de evaporação da água e ainda não se transmite nem se armazena bit na água, muito menos no estado gasoso. Ao que parece o termo foi usado em 1961 pela primeira vez por John Mc Carthy, minha implicância com essas metáforas, assim como o “virtual” é que acabam criando uma ilusão de que os documentos eletrônicos, os softwares e até computadores são etéreos.

                A chamada “nuvem” nada mais é do que um conjunto de computadores conectados e organizados em datacerters disponíveis via internet, podendo ser usados para armazenar dados e executar serviços. A grande vantagem é a economia em escala, já que com essa engenhosidade, o uso de programas e computadores pode ser alugado e pago somente quando necessário. Lembre-se que a maioria dos computadores não esta sendo 24 horas por dia.

                Todos nós já usamos a computação nas nuvens, pois serviços de email e redes sociais são típicas aplicações. Penso que estejamos agora entrando na computação das nuvens 2.0, na medida em que novas aplicações começam a se tornar populares. Enganam-se quem acha que o sistema é complicado e inseguro além do que uma grande parte dele é gratuito. Existem vários modelos de implantação e serviços, pode-se estabelecer camadas de acesso restringindo a uma empresa ou grupo de pessoas. Uma das maiores vantagens é que a disponibilidade desde qualquer lugar onde haja conexão. Sem dúvida mobilidade e conectividade é o futuro.

                A cultura da computação em nuvem coorporativa começa disseminar-se e não somente ela, mas o conceito de disponibilização de serviços e informações ao consumidor remotamente. Alguns serviços notariais e registrais já estão usando aplicações na topologia mais básica, na medida em que a renovação de máquinas e softwares se faça necessária.Com o incremento de novas funcionalidades certamente a opção das nuvens será cada vez mais  conveniente e até imprescindível. Ninguém mais irá se gabar em ter adquirido um “super computador” nem dezenas de licenças de software.

                O futuro dos cartórios esta no compartilhamento e mobilidade. A computação em nuvens pode nos permitir o uso comum de servidores, softwares, plataformas, prestação de serviços e de comunicação. Num mundo onde as mudanças são instantâneas e o imprevisível, imponderável, improvável e inconcebível nos assombra diariamente, não se sobrevive sem acompanhar a evolução que a informática nos traz.

                Estar em nuvens facilitará a integração e a abertura aos usuários e aos órgãos públicos da atividade notarial e registral. Sucumbirão aqueles cujas convicções e idiossincrasia não lhe permitam ter flexibilidade suficiente para olhar os acontecimentos sob uma nova ótica. Os que estiverem nas “nuvens” da acomodação, nunca verão o sol brilhar…

                              

Últimos posts
Showing 0 comments
  • Luciano Gontijo
    Responder

    Bem pertinente o artigo, talvez com alguma orientação para os mais desinformados ficasse ainda melhor. No site do professor Alexandre Atheniente encontrei artigos bem interessantes a respeito também.

  • otavio soares
    Responder

    De vez em quando, participo de leiloes.
    Sou cadastrado em alguns, e, preencho dados de cadastramento pela net ou quando vou a leiloes presenciais.
    Assim, me cadastrei num leiloeiro de Minas Gerais, Jonas Gabriel Antunes Moreira, “MOREIRA LEILOES”, e pediram RG, CPF, COMPROVANTE DE ENDEREÇO, E ENVIARAM UM TERMO PARA SER ASSINADO E ENVIADO.
    Fiz este procedimento e recusaram,exigindo reconhecimento de fir, o qual, conf lei, pode ser dispensado, desde, que assinatura batam com as dos de documentos enviado. Eles podem recusar? Ou, posso recorrer,judicialmente, ja que a lei dispensa o reconhecimento, desde,, que enviei meu rg e cpf, com a mesma assinatura?

  • angelo volpi
    Responder

    Prezado. Desculpe mas desconheço esta legislação.

Deixe um comentário

Comece a digitar e pressione Enter para buscar