Não vair ter copa

 em Diversos

 

 

NÃO VAI TER COPA

Não é original a afirmação, mas é inquestionavelmente verdadeira: As palavras não são inocentes. 
 
E além de não ser inocente, toda  palavra tem história, nascimento e morte (por falta de uso), muito embora, a morte das palavras seja mais rara de ocorrer do que o fim dos falantes e escritores que delas se utilizam.   
 
O título deste texto é exemplo claro de que as palavras têm história e que sua compreensão sempre está condicionada a um contexto  maior onde ela está e é utilizada.
 
Quando se escreve este artigo, em meados de abril do ano de 2014, a palavra “copa”, está onipresente na mídia  do país e no cotidiano de algumas localidades, as cidades-sede  que vivem e respiram um clima de Copa do Mundo.
  
Ora, sem a mínima possibilidade de dúvida, a palavra copa, atualmente evoca o Campeonato de Futebol que ocorre a cada quatro anos e é organizado por uma  associação esportiva/empresarial de caráter multinacional denominada FIFA  e que  terá seu início em dois meses contados desta data.
 
Quem neste país tropical,  de dimensão continental, bonito por natureza e inventado pelos  portugueses (degradados que foram de suas terras européias), desconhece o significado deste nome: COPA?
 
Copa, é  Copa do Mundo… É Futebol… Paixão Nacional  e quando alguém repete a frase título – não vai ter copa – qualquer brasileiro faz automaticamente uma associação com a onda de protestos ocorridos no país em meados do ano de 2013 e que se esgotou com brevidade por conta de alguns excessos e falta de maior clareza de objetivos (mas que ainda deverá ser objeto de  muitos estudos sociológicos).
 
A  afirmação-título – não vai ter copa –  no contexto  histórico vivido pelo país, é simplesmente  absurda. Como não ter copa depois de tanto investimento público e privado para a realização deste evento esportivo de caráter global ?

Aceitar a possibilidade  de tal ocorrência significaria simplesmente fornecer o argumento definitivo,  a prova cabal que faltava para agradar aos profetas do pessimismo que afirmam  que nosso país não tem jeito, que esta é uma nação destinada ao fracasso. 
 
Nada menos verdadeiro do que isso.

Vai ter copa sim e este texto despretensioso (apenas uma brincadeira com a palavra  copa, que tem significado plural) não pretende entrar no mérito desta discussão inútil, mas simplesmente reproduzir uma piada –  apresentada com a força visual de uma história em quadrinhos (publicação pela Folha de São Paulo, edição de 11 de abril de 2014, de autoria de André Daher – autor da tira de quadrinhos denominada  Os Malvados.
 
Adaptada para um texto fluente a piada é a seguinte:

Um  personagem afirma para seu interlocutor –  sobre a casa que  está sendo construída

–  A cozinha é grande sim, mas não vai ter copa.
O ouvinte de tal afirmação o alerta:
Cuidado com o que fala. Voce pode ser processado e preso por isso” 

É preciso explicar algo mais?  Provavelmente não. A palavra copa, como se sabe, não representa somente um campeonato de futebol…

Mas a piada acima, daqui a algum tempo – fora do contexto histórico deste momento –  será totalmente incompreensível e sem a mínima graça.
 

Adiante a reprodução da tira de quadrinhos acima citada.

 
 

Últimos posts

Deixe um comentário

Comece a digitar e pressione Enter para buscar