Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

DE BOMBACHA E LENÇO NO PESCOÇO – 38 NA CINTURA

 em Diversos

Nutro grande admiração por aqueles que conseguem escrever de forma clara e limpa, com palavras rebuscadas, ainda que singelas, com estilo sóbrio, embora leve, com elegância, mesmo que não ostensiva, como se ao fazê-lo saboreassem um refresco à sombra, num final de tarde, num por de sol, como se a arte de bem escrever fosse o fenômeno mais natural do mundo, de nenhum desforço maior que o pensamento vago, e por isso brindam a todos com uma leitura agradável, vestindo de terno e gravata o texto aos nossos olhos.

Eu não. Eu tomo um suador danado para botar no papel qualquer coisa que seja além do próprio nome. Parece que escrevo de bombacha e botas, lenço amarrado no pescoço e um revólver calibre 38 na cintura, a um sol de 30 graus no lombo, ao corcovear do cavalo – e sem chapéu. Escrevo, coço a cabeça, apago e escrevo e coço a cabeça, repito a operação, e depois que dou a obra por pronta começo a farquejar com facão, aparando arestas, tirando lascas, apagando de novo, reescrevendo tudo, até me dar por cansado e deixar tudo como está, pois como está que fique, assim mesmo, com a barba por fazer, roto, amarrotado.

Dizem que são estilos diversificados, assim como os jogadores de futebol têm diferentes jeitos de jogar, alguns com refinada elegância, acariciando a bola, e outros com desmedida grossura, quebrando a pelota ao meio, e que meu estilo é este, de carregador de piano, de arranhador de canelas, mas ao final das contas, dando meu recado.

Pois tudo isso é para dizer que o meu recado de hoje, dado desse jeito tosco, que é o meu mau jeito, é no sentido de que os tabeliães brasileiros – categoria da qual tenho a honra de fazer parte como mero aprendiz e coadjuvante – não deixem cair a peteca, e empilhem o blog do notariado de escritos, sejam eles rebuscados, com a elegância do terno e da gravata, ou trajando qualquer roupa simples; apenas, em nome da moral e dos bons costumes, que não estejam nus.

 
 

Cintura de Americana Tem 38 cm
303 x 400 – 31k – jpg
inusitatus.blogtv.uol.com.br

 

Últimos posts
Showing 0 comments
  • Marco
    Responder

    Hildor
    Não dá para concordar (integralmente) com tudo isso que voce escreveu.
    Que bem escrever é uma arte, e como toda arte exige técnica e saber, não se pode negar, mas daí a imaginar que existem alguns indivíduos bem-dotados que o fazem com facilidade é um engano.
    Escrever sempre exige disposição e alguma dose de sacrifício, mas o prazer de ver o resultado (na verdade, ler e ser lido) compensa o esforço; além do mais, você é um exímio artista da palavra, além de inspirado e bem-humorado, é um ativo e muito esforçado fornecedor de textos geniais, que, evidentemente, são escritos com alguma dose de sacrifício, pois não pode ser diferente.
    Grande abraço
    Marco

Deixe um comentário

Comece a digitar e pressione Enter para buscar